5 TEDs sobre design thinking em SP

O design thinking está em alta. Afinal, essa é uma abordagem diferenciada que permite colocar as pessoas no centro das mudanças e inovar nas empresas. A cada ano, a procura por entender e aplicar esse conceito nos negócios e até na vida profissional aumenta.

O resultado são inovações em várias áreas, como desenvolvimento de produtos, gestão de pessoas e também em questões de foro íntimo, como a evolução da carreira e a organização para a realização de metas e sonhos.

E para isso, o design thinking prega uma abordagem diferenciada, visando a solução de problemas de forma coletiva e colaborativa, colocando as pessoas no centro de todo o processo, mesclando experiência cultural, visão de mundo e os processos de cada indivíduo.

Se você ainda não está muito familiarizado com o design thinking, a dica é conferir os TEDs que separamos sobre o tema. Agora, se você já conhece a metodologia e quer começar a aplicá-la no seu negócio ou carreira, uma boa ideia é procurar por escolas de design thinking, como é o caso da Echos. Se você quiser saber mais sobre os cursos ministrados por ela, veja neste link a variedade de opções.

  1. David Kelley

David Kelley possui dois TEDs muito bacanas sobre o tema: human centered design e how to build your creative confidence.

O palestrante é fundador da IDEO e em ambos os TEDs ele explica que para ser um grande designer não é necessário um apurado senso estético ou “ter ideias fora da caixa”, mas sim desenvolver a empatia.

No primeiro TED, Kelley explica como o design de produto se tornou muito menos sobre a parte física e muito mais sobre a questão da experiência do usuário. Neste vídeo, ele nos traz uma abordagem diferente e mais ampla da sua visão, inclusive com imagens das lojas Prada de Nova Iorque.

No segundo, o palestrante fala um pouco sobre criatividade – e demonstra como ela não é domínio de apenas algumas pessoas “escolhidas”, mas algo que pode ser praticado continuamente. Inclusive, no vídeo, Kelley oferece maneiras de criarmos confiança para criar.

  1. Tim Brown

CEO da IDEO, empresa de inovação e design, Tim Brown é um palestrante bastante conhecido de quem procura TEDs sobre o tema. Ele assumiu o lugar do fundador David Kelley e leva adiante a missão da empresa: fundir o design com negócios e estudos sociais, de modo a desenvolver projetos e ideias inovadoras.

Uma das suas palestras mais conhecidas é a: “designers, pensem grande”. Nela, Tim Brown explica o papel da profissão de designer, que vai além do que criar objetos elegantes. Para ele, o design thinking precisa ser pensado de uma maneira local, colaborativa e participativa, demonstrando a importância do designer em todas as esferas dos negócios.

  1. Tony Fadell

Tony Fadell é considerado um dos “super astros” do setor de tecnologia. Afinal, ao lado de Steve Jobs, ele ajudou a desenvolver o Ipod e rejuvenescer a Apple, modificando a maneira como todo o mundo consumia entretenimento.

Após sair da Apple, Fadell fundou a Nest, uma empresa voltada a levar tecnologia até os eletrodomésticos. A ideia deu tão certo que em 2014 ela foi comprada pelo Google e hoje é considerada uma das iniciativas mais revolucionárias na tecnologia doméstica.

No seu TED “o primeiro segredo do design é perceber”, Fadell mostra que para os designers a maneira como as coisas são se tornam uma oportunidade de questionamento. Afinal, existem formas de tornar as coisas melhores? E como isso pode ser feito?

É uma aula de inovação, com dicas preciosas para quem deseja perceber e dirigir a mudança em seus negócios ou na sua vida.

  1. Simon Sinek

Ao falarmos em inovação e em design thinking, um dos TEDs mais conhecidos é o “como grandes líderes inspiram ação” de Simon Sinek, quando somos apresentados ao conceito de círculo dourado.

Simon é um etnógrafo de formação e adjunto da Rand Corporation. Apaixonado por líderes capazes de impactar a sociedade, ele tem estudado a questão por anos e feito descobertas de padrões notáveis que estão descritos no seu livro “Start with why: como os grandes líderes inspiram todos a agir”.

Embora essas ideias pareçam não ter relação direta com o design thinking,o conceito de círculo dourado se assemelha bastante as premissas adotadas pela metodologia – e pode ser uma inspiração para os líderes que desejam usar o design thinking na gestão de pessoas.

  1. Aris Venetikidis

Aris Venetikidis é designer gráfico e apaixonado por mapas. No seu TED “making sense of maps”, o pesquisador resolve explorar os mapas mentais e a maneira como os utilizamos em nossas cabeças para nos movermos em uma cidade.

Ele propõe questionarmos a maneira como criamos esses mapas e utilizar esse conhecimento para aprender e melhorar situações reais. Para isso, Aris Venetikidis utiliza como exemplo sua pesquisa sobre o mapa integrado da rede de transporte público de Dublin, a qual lhe rendeu vários prêmios, como o IDI Graduate Masters Award e o IDI Graduate Gran Prix.

Depois de assistir a esses TEDs, com certeza você pensará em maneiras de usar o design thinking para inovar, não apenas na sua empresa, mas em várias outras questões da sua vida profissional e pessoal.

Você gostou deste conteúdo? Compartilhe nossas sugestões de TEDs com seus amigos e ajude-os a compreenderem melhor o design thinking.

5 melhores livros sobre viagens

Livros sobre viagens são perfeitos para fazer você conhecer o mundo sem precisar sair de casa ou, ao contrário, dar aquele empurrãozinho necessário para que você possa finalmente tirar do papel aquela trip dos seus sonhos.

Se ao se lançar nessa aventura você tiver qualquer problema com um voo atrasado, cancelado ou com overbooking, não é preciso se desesperar! Entre em contato com a Nãovoei e descubra como ser ressarcido pelos seus prejuízos.

Livre dessa preocupação, é hora de relaxar! Pensando nisso, separamos algumas dicas de livros sobre viagens que podem servir tanto de inspiração para você escolher o destino, como de companheiro para aqueles momentos de descontração na praia, na piscina ou no campo. Saiba mais!

5 livros sobre viagens que vão inspirar você a fazer as malas

1. Um lugar na janela, de Martha Medeiros

Grécia, Japão, Santiago… O olhar delicado de Martha Medeiros dessa vez foca nos destinos que ela teve a oportunidade de visitar ao longo da vida. Um desses livros de viagens perfeitos para ler durante o voo ou deitada na rede, em que cada capítulo traz uma crônica dedicada a uma viagem diferente. Para viajar junto com a autora.

2. O grande bazar ferroviário, de Paul Theroux

Um dos mestres dos livros de viagens, Paul Theroux narra nesse livro uma viagem de trem feita pela Ásia em 1975. Com riqueza de detalhes, o autor descreve cenários e pessoas que encontrou em países como Irã, Índia, Myanmar e Japão.

Embora essas localidades tenham sofrido transformações nesses mais de 40 anos que se passaram após a narrativa, a obra vale a pena pelo retrato vivo e multifacetado que Theroux faz de uma cultura tão diferente da nossa.

3. Ioga para quem não está nem aí, de Geoff Dyer

Se você achou que tratava-se de um livro sobre viagens ligadas à prática originária da Índia, esqueça. Bem longe de falar sobre ioga, a obra é mistura de  ficção e não-ficção com crônicas curtas sobre lugares que o autor visitou ou gostaria de visitar e que fazem o leitor refletir sobre o hábito de viajar com passagens hilariantes e outras mais sombrias.

4.  A estrada dá o que você precisa, de Rômulo Wolff e Mirella Rabelo

Nesse livro sobre viagens, os autores contam como deixaram de lado o mundo corporativo para se aventurar em uma viagem de volta ao mundo. Na obra, o casal dá dicas de como mudar de vida e empreender sem deixar de perseguir seus sonhos e aproveitar a vida. No mínimo, inspirador.

5. Mas você vai sozinha?, de Gaía Passarelli

O livro sobre viagens conta as histórias da autora, que se aventurou a viajar sozinha por lugares como Nova York e Veneza e dá dicas bem humoradas para mulheres que desejam fazer o mesmo, mas sentem temor de se aventurarem em trajetória solo.

Gostou de conhecer nossas dicas de livros sobre viagens que podem servir de inspiração para as suas próximas férias? Então não se esqueça de compartilhar esse post agora mesmo em suas redes sociais para inspirar outros viajantes!